Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Doação de sangue gay

Imagem
Por que os gays não podem doar sangueUma explicação epidemiológica que pode mudar até a natureza da pergunta

por João Marinho
A situação já aconteceu centenas, talvez milhares de vezes no Brasil. Um homem gay recebe o pedido desesperado de um amigo ou amiga para doar sangue para um parente dele/a – e, ao chegar ao hemocentro, não é autorizado pelo fato de... Ser gay.
“Preconceito, homofobia!”, bradam os mais afoitos – mas será mesmo? O artigo abaixo procura esclarecer minha posição pessoal sobre uma das maiores polêmicas na área da Saúde, e pode não ser o que você pensa.

Ser gay ou transar com homem?
Antes de tudo, vamos deixar claro uma coisa. De fato, deixar de autorizar um homem a doar sangue por ele ser gay não encontra base legal e é irregular.
A orientação atual do Ministério da Saúde, via Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não sustenta que a orientação sexual, em si mesma, seja impeditivo para doar sangue. Em suma, ninguém deve ser impedido de doar sangue apenas …

Beijo Gay: de novo

Imagem
Sobre o beijo gay na Rede Globo e a enquete do UOL

por João Marinho
Não sou tradicionalmente uma pessoa que confia em enquetes virtuais, nem mesmo nas dos grandes veículos da internet, como o UOL. Por isso, quase nunca faço campanhas por elas, ao contrário de alguns quadros do movimento LGBT, que sempre nos pedem para votar nessa ou outra "pesquisa" de determinado veículo.

Isso porque, como todos sabemos e os próprios sites informam, mesmo quando se trata de um grande veículo da internet, essas enquetes não têm valor científico, por não seguirem os ditames da Estatística em termos de amostragem e outros elementos, para começar.

Além disso, não raro se limitam aos leitores daquele veículo, que estão sabendo da enquete em curso. Também não raro, permitem votos múltiplos, o que desequilibra qualquer confiabilidade, ainda mais quanto a turma do "contra tudo que signifique progresso" começa a fazer campanha e convence muitos desocupados a passarem o dia votando apenas pa…

Ainda falando sobre promiscuidade

Imagem
Ainda pensando sobre o comportamento sexual, algumas pessoas tendem a confundir a promiscuidade com a prostituição, obviamente, tendo, a partir de uma leitura cristã, os valores elencados.
Essa seria uma discussão exaustiva, caso se fosse aprofundar no mérito, entretanto, pode-se compreender o conceito prostituição dentro da cultura cristã e, para a surpresa de muitos, é mutável , tal conceito, dentro da própria Bíblia. Assim, muitas vezes a prostituição é somente feminina, no caso da mulher pega em flagrante adultério, somente a mulher é levada em julgamento; outras vezes, ela é somente uma questão ritualística, alguém está adorando outros deuses e não Yahweh; outras vezes, adquire um sinônimo abrangente, sendo todo aquele que vive uma vida sem regras, desregrada, entretanto, no caso do Filho Pródigo, que vivia essa vida dissoluta, ele não é acusado de prostituição; ainda há a prostituição cultual, envolvendo homens e mulheres, o sexo ganha a esfera sagrada e, por ser prática dos c…

A culpa é da promiscuidade: um erro conceitual

Imagem
Alguns argumentos trazidos em termos de apologética, em questão da promiscuidade ser um mal em si mesmo, tentam sair do viés moral-religioso para o viés cientifico,  sem, contudo, serem bem sucedidos no feito.  Afinal, dizem os profetas da desgraça alheia: “transar com camisinha não é 100% de garantia de que não se contrairá uma DST, como, por exemplo, o HPV e isso cientificamente comprovado”.
Para tais pessoas do argumento retromencionado, o jeito eficaz para  não se contrair doenças sexualmente transmissíveis é não ser promíscuo nunca, afinal, a doença reside na promiscuidade de per si. Ou seja, se seguíssemos essa lógica nem respirarmos mais poderíamos. Imaginem que a “Gripe Suína- H1N1”- matou em 2009, segundo dados da OMS (organização Mundial da Saúde), uma média estimada em 570 mil pessoas (NewScientist). A saber, uma das formas de transmissão da doença é se respirar o ar  do mesmo ambiente infectado pelo vírus.
Se em contra partida, tomando por base os dados da Gripe Suína, q…

Carpe Anum // Carpe Culum

Imagem
2014 e uma discussão antiga volta com os ares de novidade. Não consigo compreender bem, mas parece-me que existem  algumas pessoas, mal-intencionadas, que fazem do discurso do gay promiscuo, causador dos males da humanidade, um movimento sádico, silencioso, capaz de infringir culpa e reprovação em um número enorme de pessoas mal resolvidas, enquanto os propagadores desse discurso do “gay-família”, monogâmico, seguem em suas orgias, fugidas dos olhares dos pobres coitados, que compram tais ideais por terem verdadeiras patologias psíquicas em questão.
Para mim, e isso é muito singular, tais pessoas agem assim como uma forma de compensar o lado promiscuo do caráter com uma reprovação conceitual, algo que possa valer um “mea culpa” até o próximo bacanal sem camisinha, e todos os atos sórdidos e picantes que você possa imaginar. Não obstante, que sempre nas reprovações de condutas, lucubradas em gabinetes, a temática das DSTs vem à tona, o uso da camisinha sempre é insuficiente para salv…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...